As tendências do empreendedorismo para o próximo ano


Por Elizandro Duarte

-

Vislumbrar as possibilidades que se apresentam no horizonte do novo ano é uma ação importante nessa reta final de 2019. Para o segmento empreendedor 2020 deve ser marcado por um grande crescimento, a exemplo do que já vem ocorrendo nos últimos anos. As mudanças na legislação trabalhista e previdenciária e a busca por propósito no trabalho vêm motivando um número cada vez maior de pessoas a criar o seu próprio negócio.


Para auxiliar os empreendedores na jornada em busca do sucesso, três tendências estão sendo apontadas como impulsionadoras dos novos negócios no próximo ano.


A força do empreendedor jovem

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae em 2019 identificou que um em cada três empresários já tinha planos de abrir sua empresa antes mesmo de completar a maioridade e aproximadamente um terço dos jovens empreendedores buscaram cursos e capacitações antes de iniciar suas atividades. Esses dados associados à ideia da realização pessoal faz com que o empreendedorismo jovem seja um dos grandes mercados em 2020.


Uma nova era para as startups

Um estudo realizado recentemente constatou que no Brasil já existem mais de 12,7 mil startups espalhadas em mais de 380 cidades. Além do grande número de empresas do segmento, em 2019 os investimentos nas startups do país cresceram 51%. Os investidores nacionais e o capital estrangeiro devem movimentar bastante o setor no próximo ano.


A consolidação do Microempreendedor Individual

Uma alternativa ao cenário econômico e a oportunidade de sair da informalidade fizeram com que o número de microempreendedores individuais saltasse de 6,5 milhões em 2016 para mais de nove milhões neste ano. A busca pela independência financeira e o interesse em empreendedor por propósito consolidaram o MEI como uma excelente oportunidade na economia contemporânea.


Nunca é demais lembrar que essas tendências devem ser responsáveis por bons negócios, mas não são garantias de sucesso. Trabalho árduo, dedicação, comprometimento, capacitação e uma visão holística do mercado de atuação também são elementos indispensáveis para o êxito profissional e corporativo.