Empreendedorismo é tema da entrevista de Kel Boaretto no programa “A Tarde é Show”

Atualizado: Abr 2



Por Elizandro Duarte

-

Uma pesquisa realizada pela consultoria McKinsey constatou que, no mercado brasileiro, aproximadamente 39% da população economicamente ativa é dona do próprio negócio. O dado é tão expressivo que o relatório define o Brasil como “um país de empreendedores”.


Para abordar esse tema tão relevante do ponto de vista econômico e social, a CEO do Sabedorama, Kel Boaretto, foi a convidada especial do Programa “A Tarde é Show” apresentado por Nani Venâncio. Entre os objetivos da entrevista estava a desmistificação da jornada empreendedora e a constatação de que a criatividade é uma ferramenta estratégica para quem deseja montar um negócio.


“É fundamental que sejamos criativos enquanto empreendedores para que seja possível nos diferenciarmos no mercado. Se a ideia é sermos relevantes, precisamos trazer inovação para os negócios” destacou Kel no início da entrevista.


Um questionamento pontual da apresentadora foi se os brasileiros podem ser considerados verdadeiramente criativos. “Acredito que as brasileiras e os brasileiros são muito criativos sim. O que acontece é que às vezes a nossa criatividade é bloqueada e quando chegamos ao mercado de trabalho, para ser um colaborador de uma empresa ou mesmo como empreendedor, surge o medo de criar, o medo de errar, o medo do fracasso”, ressaltou Kel.


Ainda de acordo com a CEO do Sabedorama, uma recomendação importante para superar esse medo é ampliar de forma contínua o repertório de conhecimento, ou seja, quanto mais dados e informações um empreendedor tiver, mais perto do sucesso ele estará.


Outro tema importante abordado na entrevista foi o livro Do Jeito Que Está Não Vai Dar Certo que está sendo escrito por Kel em parceria com outras empreendedoras de sucesso. “A ideia é que o livro tenha um importante impacto social. Ao todo, são 20 empreendedoras coautoras da obra. O interessante é que cada empreendedora tem a sua história, seus erros e acertos. E no livro essas histórias são compartilhadas. Esse compartilhamento é muito oportuno, pois outras empreendedoras perceberão que elas não estão sozinhas nesta jornada e que o sucesso não ocorre da noite para o dia” enfatizou Kel.


Para ver a entrevista completa basta clicar no link do Instragram.