O conhecimento que ultrapassa fronteiras

Updated: Aug 4, 2018

Por Kel Boaretto

-


Um dos mais importantes pensadores do último século, o físico alemão Albert Einstein, afirmou certa vez que o conhecimento é o mais valioso dos bens, pois é o único que jamais pode ser retirado ou subtraído. E para explorar toda a potencialidade do conhecimento, não existe forma melhor do que explorando, viajando e descobrindo.


Na minha vida pessoal e profissional, sempre tive grande vontade de obter novos conhecimentos e vivenciar experiências agregadoras, que transformassem meus conceitos e permitissem a ampliação de meus horizontes.


Dessa forma, conhecer novos destinos sempre foi uma de minhas atividades favoritas. Através do contato com outros povos e culturas, abandonamos nossa zona de conforto e nossas referências para mergulhar em experiências inesquecíveis e enriquecedoras.

Recentemente, em busca da sabedoria que ultrapassa as fronteiras, tive a oportunidade de vivenciar uma verdadeira jornada imersiva pelo conhecimento na Ásia, África e Europa. Na viagem, tive o privilégio de conhecer a história e a cultura do Líbano, Egito e Grécia, três países cuja importância para a humanidade transcende os livros de história.


Durante a viagem, saboreei pratos exóticos e deliciosamente diferentes da culinária brasileira e percebi que a gastronomia é uma maneira extraordinária de entender um pouco a alma de um povo. Através do sabor único da moussaka na Grécia, da suavidade dos doces árabes no Egito ou do tradicional swarma do Líbano, fica evidente os traços históricos de cada país e de seu povo.


Outro ponto marcante foi compreender que a roupas e, até mesmo a moda, é uma questão que vai além das tendências de mercado. A vestimenta é, sem sombra de dúvidas, um dos principais balizadores dos valores e costumes locais e um autêntico marcador de gênero, classe social, costumes, religiosidade e etnias que se manifesta de forma particular em cada lugar.


Além de todas essas descobertas, ainda pude comprovar uma ideia que sempre esteve comigo: a de que o conhecimento é um dos principais criadores de oportunidades que existe. Perguntei a comerciantes no Egito como eles conseguiam se expressar nas mais variadas línguas e a resposta foi surpreendentemente sábia: para poder vender a todos. A criatividade é, verdadeiramente, algo inerente ao ser humano.


Todos os momentos vividos em terras estrangeiras contribuíram de forma decisiva para eu ampliar minhas perspectivas pessoais e meus horizontes profissionais. Ainda que o clima, a posição geográfica e as origens históricas sejam diferentes, todos os povos almejam os mesmos objetivos: paz, amor e respeito. E na busca desses ideais o conhecimento tem um papel decisivo.


#egito #libano #grécia #viagem