O empreendedorismo criativo no cotidiano pessoal e profissional

Updated: Nov 8, 2019

Por Elizandro Duarte

-

Empreender é, acima de tudo, ter atitude. Independente do campo de atuação ou do nicho mercadológico é importante ter a consciência de que criar um novo negócio ou incorporar novas técnicas de gestão à sua empresa são ações que dependem essencialmente da movimentação em busca de algo novo.


Dessa forma, é possível empreender em qualquer lugar e em praticamente todas as situações. A criação de um negócio, por exemplo, é apenas uma das formas com que o empreendedorismo se manifesta na atualidade. Entretanto, uma dona de casa, em seu próprio lar, pode ser também uma intraempreendedora de sucesso.


Para debater esse tema, a CEO da Sabedorama, Kel Boaretto, foi convidada para participar do programa Clube do Café da Rádio Globo Joinville. Durante a entrevista ao vivo que aconteceu no último dia 18 de outubro, uma das primeiras questões destacadas por Kel foi a importância do empreendedorismo criativo no ambiente corporativo e profissional atual.


“O empreendedorismo criativo tem o objetivo de inovar, trazer diferenciação para dentro das marcas e dos negócios, inclusive para dentro do ambiente doméstico. Embora existam muitos mitos a respeito da criatividade, é sempre importante lembrar que o ser humano é criativo por natureza e, ao longo da história, vem comprovando que a criatividade é fundamental para tornar a vida melhor” ressaltou Kel.


Outro ponto enfatizado pela CEO da Sabedorama durante o programa foi que a criatividade se desenvolve e se manifesta em todos os nichos de negócios. “Existem algumas áreas em que, naturalmente, a criatividade surge de forma mais evidente do que outras. Entretanto, no mercado contemporâneo, todos os profissionais que desejam se manter competitivos precisam desenvolver esta importante habilidade que, muitas vezes, acaba sendo bloqueada durante boa parte da vida”.


E como é possível desenvolver a criatividade no ambiente profissional? Essa questão também foi esclarecida por Kel que destacou que a ampliação do repertório multidisciplinar através da obtenção de novas informações e da vivência de novas experiências é essencial para agregar conhecimentos teóricos e práticos que serão fundamentais quando surgir uma necessidade ou demanda a ser resolvida.


Ainda que não seja obrigatória a relação da criatividade com o mundo digital, essa conexão é importante quando o objetivo é fazer sucesso com um negócio ou uma empresa. “Quando pensamos em criatividade no ambiente artístico, por exemplo, podemos imaginar um artesão no seu atelier trabalhando da melhor forma possível sem a presença da tecnologia. Porém, quando o assunto é o mundo dos negócios, as empresas precisam se conectar cada vez mais. Se sua empresa não produz ou publica conteúdos relevantes, sua marca não será relevante no mercado”, finaliza Kel Boaretto.


Confira a entrevista completa acessando o link.