Os desafios e celebrações do Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino

Atualizado: Jan 29

Por Kel Boaretto

-

Nesta terça-feira, 19 de novembro, se celebra o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino. A data foi criada pela ONU - Organização das Nações Unidas com o objetivo de valorizar as mulheres que criam e gerenciam negócios em todo o mundo e incentivar o surgimento de novas empreendedoras.


No Brasil, o empreendedorismo feminino já está amplamente consolidado. Pesquisas realizadas na área indicam que, atualmente, 51% das novas empresas que entram no mercado tem uma mulher à frente dos negócios. Além das empreendedoras, é importante também destacar a atuação das intraempreendedoras no mundo corporativo. Os números são ainda mais significativos se levarmos em conta que, segundo os estudos realizados no país, no ano de 2003 somente 29% das mulheres empreendiam e, em um intervalo de 14 anos, esse número já era maior que 50%.


Aspectos como a busca pela independência financeira e o desejo de unir trabalho e propósito são comuns entre os empreendedores homens e mulheres. Entretanto, há diversas particularidades e singularidades que tornam o empreendedorismo feminino um segmento de mercado cada vez mais importante na economia moderna.

Tendo que equilibrar a carreira profissional com a vida pessoal, as mulheres tendem a potencializar características como a flexibilidade e a criatividade no mundo dos negócios e, dessa forma, ampliam um espaço dentro do universo corporativo em que os valores reconhecidamente femininos são o destaque.


Ainda que seja um fato consolidado, o empreendedorismo feminino ainda possuem muitos obstáculos que precisam ser superados. Estudos desenvolvidos pela Fundação Getúlio Vargas no ano passado identificaram que necessidades como a gestão do tempo, a contratação de mais funcionários, o pagamento das dívidas pessoais, os investimentos em marketing e o acesso ao crédito para novos investimentos estão entre as principais dificuldades enfrentadas pelas mulheres que empreendem no Brasil.


Ao longo da minha carreira profissional, tive a oportunidade de conviver e compartilhar conhecimentos com mulheres incrivelmente empreendedoras que transformaram sonhos em realidade e, da sua maneira, contribuem para tornar o mundo um lugar melhor. Para todas essas profissionais e para todas as mulheres do Brasil e do mundo que dedicam seu talento e sua criatividade no mundo corporativo, meu profundo reconhecimento por este dia que valoriza a importância feminina no ambiente empresarial.