Os impactos do coronavírus e os novos desafios dos empreendedores


Por Elizandro Duarte

-

O mundo atravessa um momento singular em sua história. A pandemia do coronavírus impactou com maior ou menor grau a vida de todos. Através de aspectos como a necessidade do isolamento social ou a redução do consumo, vivemos momentos de perplexidade e incertezas.


Neste cenário marcado pelas dúvidas, os empreendedores, especialmente de pequeno e médio porte, estão entre os grupos que mais sentiram as mudanças. Entretanto, este momento delicado pode e deve servir para reflexões e para readequações das atividades visando o futuro.


Se a economia e os negócios se encontram parados em função da quarentena decretada na maioria das cidades brasileiras, as mídias sociais estão em pleno funcionamento e podem ajudar a empresa a manter a conexão com os clientes. As ferramentas digitais se caracterizam pelo baixo custo e permitem grande alcance, por isso, seu uso é uma excelente estratégia durante esse período.


O tempo que o empreendedor está em casa e não trabalhando também pode servir para ampliar o seu repertório de conhecimento. Diversas instituições e centros de ensino disponibilizaram de forma gratuita cursos de aperfeiçoamento nas mais diversas áreas. Se o seu negócio exigia uma dedicação grande de tempo, esse é o momento perfeito para fazer aquela capacitação tão desejada.


Uma recomendação importante dos médicos e profissionais da saúde é evitar que a pandemia seja o único assunto do seu dia. Para os empreendedores, dedicar-se a pensar sobre o seu projeto e seus propósitos, avaliar cuidadosamente a planilha de custos, buscar formas de agregar novos clientes e entender mais sobre as ferramentas tecnológicas aplicadas ao seu segmento, além de fazer bem para a saúde mental, ainda possibilitarão aumentar a competitividade assim que tudo se normalizar.


Resiliência e capacidade de superação são dois conceitos que sempre estiveram associados à jornada empreendedora. Dessa vez, não será diferente. O tempo, a medicina e as ações positivas da população mundial terão papel decisivo para encerrar o ciclo dessa pandemia e, quando tudo se estabilizar, serão os empreendedores os responsáveis por fazer girar novamente as engrenagens do planeta.